domingo, 24 de junho de 2018

Museu da Lucerna (Castro Verde)


O Museu da Lucerna abriu no ano de 2004 e oferece-nos uma colecção única de Lucernas de época romana (Século I-III d.C.), descobertas em 1994, na localidade de Santa Bárbara dos Padrões. 
Os milhares de lucernas trazidos à luz do dia durante os trabalhos arqueológicos, permitiram preparar e agora mostrar ao público um conjunto único desses utensílios de iluminação, decorados com os mais diversos motivos. Desde cenas da vida quotidiana ao universo mitológico da Antiguidade, passando por representações de animais a simples objectos. 
O Museu, para além das exposições temáticas e temporárias que oferece ao visitante, pretende ser também um centro de estudo de Lucernas. Este é um projecto de parceria entre a Cortiçol - Cooperativa de Informação e Cultura de Castro Verde e o Município de Castro Verde.
Horário de abertura ao público
Terça a domingo: 10h00 - 12h30 e 14h00 - 17h30
Dias de Encerramento
Segunda-feira e Feriados
Dispõe de Visitas Guiadas
Morada
Largo Vitor Prazeres, Castro Verde
Tlf.: 286 327 414



A lucerna era a candeia de azeite usada pelos romanos para iluminar o espaço doméstico, sendo ao mesmo tempo objeto votivo, como hoje em dia fazemos nós os católicos com as velas, que iluminam e agradecem.

Castro Verde, no meio da planura alentejana, é uma região que há dois mil anos ocupava uma posição estratégica nas rotas comerciais romanas e não só. Foi também ponto estratégico para as civilizações das Idades dos Ferro e do Bronze que ocuparam esta região.

http://www.lisbonne-idee.pt/p4998-castro-verde-unico-museu-lucernas-mundo.html

sábado, 23 de junho de 2018

Ribeira da Asseca









A Ribeira da Asseca atravessa vários Concelhos, Vila Viçosa, Alandroal, ....o Património e Natureza abandonados ao longo desta Ribeira é imenso, Pontes, Moinhos, Povoados.....o mesmo acontece com a Ribeira de Lucefécit ou com o Rio Degebe, para quando legislação e mais importante um uso efectivo, turismo ou lazer, que dinamize os caminhos trilhados pelas gerações que construíram o nosso Alentejo

Fotos e texto da autoria do nosso compadre amigo Luis Lobato de Faria, ( Monte da Fonte Santa )

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Estação de Viana do Alentejo












Apeadeiro Ferroviário de Viana do Alentejo.
Actualmente desativado, este local é muitas vezes visitado por ecoturistas, em caminhadas do Projeto Alcáçovas Outdoor.
O Apeadeiro de Viana, originalmente denominada de Estação de Vianna, é uma interface encerrada da Linha do Alentejo, que servia a localidade de Viana do Alentejo, no Distrito de Évora, em Portugal.

Este apeadeiro encontra-se no troço entre Casa Branca e Beja da Linha do Sul, que abriu à exploração em 15 de Fevereiro de 1864.
Em 1932, a Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses realizou obras de melhoramento na toma de água desta interface, que, nessa altura, detinha a denominação de Viana do Alentejo.
Em 1934, a comissão administrativa do Fundo Especial de Caminhos de Ferro autorizou a realização de obras, de forma a modificar as rasantes das linhas nesta interface.
Outrora cheias de vida, centenas de antigas estações e apeadeiros apodrecem ao abandono por este país...
Estes são monumentos á labuta dos homens e mulheres de antigamente....
Ao percorrer estes trilhos, ao fotografar para a posteridade estes edificios, estamos a manter vivas as memórias destes lugares, valorizando e dinamizando os pequenos lugarejos a eles ligados...

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Revista digital Passear.com nº 70 ( Versão Gratuita )


EPAL e os seus 150 anos

A empresa pública comemora, em 2018, 150 anos de atividade e a revista Passear comemora a data dando a conhecer algum do seu património.
Para compreendermos o verdadeiro impacto da criação de uma empresa destinada a levar água a casa dos lisboetas, é necessário, em primeiro lugar, percebermos como era o dia-a-dia da população antes.
Lisboa nunca, ou quase nunca, conheceu a abundância de água. Não foram raras as vezes que se encontrou perante uma alarmante penúria de tão precioso elemento. É também necessário entender que o ritmo de crescimento da população, o progresso dos seus hábitos de higiene e do seu nível de vida e a industrialização, cedo tornaram escasso um abastecimento que se melhorara grandemente e que se julgou ser suficiente por largos anos”.
Ao longo de várias edições iremos dar a conhecer, através da criação de itinerários, o vasto e valioso património arquitetónico existente em Lisboa com uma ligação direta à distribuição da água na cidade.
Neste edição publicamos um pequeno percurso (cerca de 6 km) com alguns dos chafarizes mais emblemáticos e situados no “coração” da cidade. Infelizmente, notámos uma falta de cuidado na preservação destes objetos arquitetónicos!


Link para visualizar este número digital gratuito:
http://passear.com/PassearVG/Passear70VG/index.html

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Beirã ( Marvão)








Paineis em azulejos na estação da Beirã, representando, respectivamente, a igreja da Graça, em Évora, o Cruzeiro Manuelino e igreja de N.S.da Estrela, em Marvão e o Templo Romano de Évora.

Fotos da autoria da nossa comadre Clara Almeida.

Com uma vista deslumbrante sobre o Castelo Medieval de Marvão, as Casas da Estação ficam junto à emblemática estação de comboios da Beirã – Marvão. Traga a sua família e sinta-se em casa neste nosso espaço acolhedor. Esqueça o stress da cidade e venha conhecer a tranquilidade do campo, relaxar e parar no tempo, num ambiente rústico e envolvente. Ficamos à sua espera.
http://www.casasdaestacao.com/

terça-feira, 19 de junho de 2018

No 4º Encontro de Colecionadores "Vila das Alcáçovas"











Em 16JUN, o Mercado de Alcáçovas foi palco do evento 4º Encontro de colecionadores "Vila das Alcáçovas".
Com cerca de 100 participantes, este encontro foi um dia bem passado de convívio e confraternização entre todos nós, dos 6 aos 82 anos...
Agradecemos á Junta de Freguesia de Alcáçovas, á C. M. Viana do Alentejo, ao supermercado "Meu Super" de Alcáçovas, á Casa Maria Vitória e á Confeitaria Margarida Ilhéu as ofertas que prepararam para os nossos participantes e todo o apoio e carinho que dispensaram a este evento.
Ao Restaurante "Piscinas", todo o mérito pela confecção de dois pratos regionais, que consagraram este enorme Museu Gastronómico que nos rodeia...





Próximo encontro colecionista no Alentejo:
Montemor-o-Novo 23JUN.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Caminhada do 7º aniversário do Proj. Alcáçovas Outdoor












Em 17JUN, aconteceu mais uma caminhada em Alcáçovas:
Desta vez, foi a Caminhada comemorativa do 7º Aniversário do Projeto Alcáçovas Outdoor Trails.
Caminhada gratuita de divulgação com cerca de 50 participantes e almoço de aniversário com 45 participantes.
Agradecemos o apoio da C.M. Viana do Alentejo, da Junta de Freguesia da Alcáçovas, da Casa Maria Vitória e do Restaurante " Piscinas ".
Com um especial abraço caminheiro para o pessoal do grupo senderista de Badajoz "Repechin" , aos " Pacholas " de Beja e ás caminheiras da Equipa Caracol ( Évora ) que não faltaram a este dia de muito convívio e descontracção. 
Para o ano há mais !...