sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Encher Chouriços































Ritual por esta altura do ano é a matança do porco, um processo que junta quase sempre familiares e amigos em torno desta tradição. Seguindo o processo artesanal, o porco é morto, desmanchado, a carne migada e colocada em alguidares de barro, temperada e só passados 4 a 5 dias é que está capaz de ser transformada em enchidos. Um dos enchidos característicos são os chouriços e tal como qualquer enchido, antes passa por um processo de tempero que contém massa de pimentão, sal e alho. O que difere os chouriços dos outros enchidos é que estes resultam da carne que é migada com o sangue do porco, levando ainda como tempero o vinho branco a pimenta e o cravinho. Os chouriços são então cheios através de uma técnica artesanal com o auxilio de um funil e do dedo, que vai enchendo a tripa. À medida que se vai enchendo, vai-se picando o chouriço com uma agulha, para garantir que a água se liberte e facilitando a sua cura. Este processo garante que a carne fica bem ligada. Por fim o chouriço é atado na extremidade que foi cheio, unindo as duas extremidades. O enchido está capaz de ser pendurado ao fumeiro, onde irá ficar cerca de um mês a curar até poder ser provado.
Este é sem dúvida, mais um saber fazer que vai morrendo com as pessoas.