sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Sociedade União Alcaçovense - 130 anos





























Avenida da Liberdade - Lisboa
Fotos: Monte da Cabeça Gorda

Por este Alentejo fora existem colectividades ricas de história e de trabalho em prol das suas comunidades que só os da terra conhecem e há vezes nem esses. São pedaços de vida local, raízes da vontade de um povo, que nos fazem reflectir sobre o que é a genuinidade e a resistência quanto à erosão de um tempo cada vez menos propicio a este tipo de actividades, mas afinal "querer é poder".
A Sociedade União Alcaçovense é sem dúvida um desses exemplos, representando um importantíssimo espaço de convívio inter-geracional, por todos respeitada como provam os galardões que ostenta. 
Nas paredes, as fotografias testemunham o labor do presente e lembram a gratidão devida aos que já por lá passaram. Desde o teatro, ténis de mesa, danças de salão, escola de música e banda filarmónica, esta colectividade pode-se orgulhar de manter uma banda de música em actividade ao longo dos seus 130 anos de existência.
Se no passado, estas colectividades e associações assumiram um papel determinante na formação cultural, no presente e quando a nossa sociedade parece atravessar uma enorme crise de valores, estas casas continuam como desde sempre a representar um espaço onde os jovens aprendem os valores da amizade, da solidariedade e da sã convivência. Tal como alguém costuma dizer, "...a Sociedade União Alcaçovense, é uma verdadeira escola de homens...".

Parabéns e obrigado pelo trabalho e esforço de todos aqueles que por lá passaram, sendo estes os responsáveis que esta colectividade tenha chegado aos nossos dias, o que nos responsabiliza que façamos o mesmo às gerações futuras.  

Sociedade União Alcaçovense - 20/1/1885 - 20/1/2015 - 130 anos