terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Revista Passear.com nº 66 (Versão Gratuita)



Que fazer com o excesso de turistas?

Este é um tema que começa a preocupar as entidades de cada país e a Organização Mundial de Turismo (OMT). No passado mês de Novembro ministros do turismo e a OMT reuniram-se para debater o problema do excesso de turistas nas cidades e em determinados locais e ainda, as reclamações sociais face a estas situações. Estamos perante uma situação delicada em que, por um lado, ninguém quer perder as importantes receitas do turismo mas, por outro lado, as populações locais queixam-se do excesso de pessoas, dos preços elevados do alojamento, das refeições caras e começam a sentir-se excluídas!
O secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMC), Taleb Rifai, disse na abertura dessa reunião: "...o crescimento não é o inimigo, os números não são inimigos, a chave é gerir o crescimento de forma sustentável e responsável e inteligente, e usar o poder do crescimento a nosso favor... ".
O antigo secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, também abordou o tema durante a 3.ª Conferência Internacional de Turismo, que decorreu em Novembro no Hotel Tivoli Avenida, em Lisboa “...De repente, acordámos com a ideia de que toda a gente se queixa do Turismo, que o Turismo está a sobrelotar as cidades. O Turismo traz novos desafios às cidades e concordo com isso, mas não podemos ter uma discussão que parte do princípio de que há um excesso de Turismo se não conseguimos definir o que é o excesso de Turismo...”. Lançou ainda a ideia de as novas tecnologias ajudarem a medir os fluxos de turistas e a necessidade de criação de novos polos de interesse nas cidades para se evitarem as grandes concentrações pois “...no momento em que os turistas deixarem de vir, as lojas vão fechar, os museus vão fechar e os restaurantes vão fechar. O desenvolvimento da cidade vai parar”.

Bons passeios e desejos de Bom ano de 2018.


Texto da autoria do mosso compadre Vasco Melo Gonçalves.
Para visualizar esta revista digital gratuita clique no link:
http://passear.com/PassearVG/Passear66VG/index.html