quinta-feira, 13 de abril de 2017

Entre Melides e Santo André
















Mais ou menos a meio do enorme areal entre Troia e Sines ficam situadas as Lagoas de Santo André e de Melides, que distam cerca de dois ou três quilómetros uma da outra.
Existem caminhos ao longo do pinhal entre ambas as lagoas, mas para mim, é pelo areal que se tem a melhor visão e perspectiva.
Nos dias bonitos avista-se a silhueta da Arrábida a Norte e, mesmo no pino de Verão, nunca há as multidões que enchem a praia da Comporta, por exemplo.
Ainda por cima, os estacionamentos que servem estas estâncias balneares são gratuitos e existem também restaurantes a apoios de praia.
Estão á espera de quê, compadres?...

    Lagoas de Melides e Santo André.
    Junto à praia com o mesmo nome, a Lagoa de Melides estende-se para o interior através de vários quilómetros de arrozais e tem a norte uma falésia de arenito.
    Desde 2010 que se encontra em processo de classificação como
    Área Protegida de Interesse Local.
    Este é um bom local para observar, patos, rapinas e limícolas.

    Localizada no concelho de Santiago do Cacém, a Lagoa de Santo André é um dos mais belos locais com que a natureza nos brindou. O extenso lençol de água, ladeado de dunas de grão de areia dourada e uma avifauna riquíssima e diversificada tornam este local bastante aprazível. Juntamente com a Lagoa da Sancha, foi criada a Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha, de modo a proteger e preservar estas importantes zonas húmidas que albergam habitats de grande valor natural, constituindo paisagens únicas, donas de uma luminosidade muito própria e encantadora.