segunda-feira, 21 de julho de 2014

Isidro Verdasca, um artesão do Alentejo




Chama-se Isidro Manuel Verdasca, tem 90 anos. Faz miniaturas da vida quotidiana no mundo rural que foi o dele durante muitos anos. Veio morar para Évora e passou a usar as memórias como matéria-prima que junta à cortiça.
Para espairecer das manufacturas, toca modinhas num xilofone de garrafas, feito por ele.
Comprei-lhe uma recordação mas, entretido com as fotografias,  esqueci-me da carteira em cima da bancada. Já ia afastado, ouvi um chamamento: "Ó senhor! Ó senhor!" - Era mestre Isidro, homem honrado, que vinha a correr, com a carteira na mão.
Amanhã mando-lhe as fotografias pelo correio.

Texto e fotos copiadas do blog: http://aorodardotempo.blogspot.pt