segunda-feira, 11 de agosto de 2014

As portas também morrem de pé...











Tal como acontece com as pessoas, as portas também envelhecem e acabam por morrer.
Mas esta lenta passagem dos anos, ao relento, ao Sol e á chuva, não faz com que fiquem feias, antes pelo contrário...
Eu acho-as muito bonitas...
Quando as observo com atenção, parece que me falam das antigas personagens que povoaram em tempos estas ruas desertas, gentes há muito desaparecidas.  Estas portas são o que resta de casas vivas, com gente, que ali viveu as suas comédias, sonhos e erros...
A História não é apenas um conjunto de histórias de Reis e Princesas, é também constituida por inúmeras histórias de vidas simples de que já ninguém se lembra, mas que nos deixaram o seu tributo, o seu legado...