domingo, 19 de outubro de 2014

Sabonetes de Azeite e Leite de Cabra.

O azeite, o leite de cabra serpentina e os óleos essenciais das plantas da flora portuguesa são os principais ingredientes destes sabonetes.

Um sabonete artesanal criado por duas empresárias de Évora com leite de cabra serpentina, raça em vias de extinção, azeite alentejano, óleos essenciais biológicos e cera de abelha está a atrair o interesse estrangeiro. A marca Olivae  já tem distribuidores em Espanha e na Europa de Leste e o próximo objetivo é "conquistar" o norte da Europa.
 
Em entrevista à Lusa, Carla Janeiro, engenheira zootécnica, e Elza Pais, bióloga, as mentoras do projeto, contam que trabalhavam na área da cultura mas, com a crise, foram "obrigadas" a mudar o rumo das suas vidas e a criar o seu próprio negócio.
 
Assim nasceu a Olivae, empresa cuja unidade de fabrico artesanal arrancou em Fevereiro na periferia de Évora. A ideia, porém, surgiu já "há mais de dois anos", com a perspetiva de "aproveitar a folha de oliveira", algo que, na altura, se revelou infrutífero uma vez que "as suas propriedades não se mantinham após o processo de produção do sabonete".
 
Foi então que Carla e Elza decidiram "incorporar" na receita o leite de cabra serpentina - raça autóctone portuguesa "que tem maior expressão no sul", que está em vias de extinção e que o sabonete "acaba por valorizar" - e o azeite de Portel, "ingredientes que existem na região e que são muito apreciados em cosmética".

Se até hoje o argumento ambiental ainda não o seduziu, convença-se de que ao optar por comprar produtos produzidos em Portugal estará a dar um contributo importante para ajudar o país a sair da crise, fomentando a produção nacional e o emprego, com óbvias repercussões positivas nas finanças do país e, reflexamente, no nível de vida de todos nós.
Por exemplo, ainda insiste em comprar fruta vinda do estrangeiro? Eu sei que há supermercados cheios de fruta vinda dos quatro cantos do planeta. Mas há muito sítio onde é possível comprar fruta portuguesa. Esqueça as mangas do Brasil, as bananas da América, as maçãs francesas, os quivis da Nova Zelândia ou da Itália ou as peras e os morangos espanhóis. Temos fruta absolutamente deliciosa em Portugal. O nosso leite é de muitíssima boa qualidade. Iogurtes, sumos, massas, arroz, peixe, carne, legumes, enlatados, bolachas, sabonetes, papel higiénico, roupa, até o café que bebemos… Pense bem antes de consumir produtos estrangeiros. Se é verdade que por vezes alguns deles são um pouco mais baratos, tenha consciência de que isso acabará por sair caro. Pense mais no retorno que está a garantir ao preferir antes o produto nacional.
Copiado do blog do nosso compadre João Monge Ferreira, http://agricultoresdesofa.blogspot.pt/