segunda-feira, 29 de junho de 2015

Mértola, a vila Portuguesa mais Islâmica...










Mértola, a vila portuguesa mais islâmica, é onde encontramos o maior número de vestígios dos nossos antepassados árabes. 
A Mírtilis romana, Mirtolah árabe ou a portuguesa Mértola, a dominar o rio Guadiana, possui um enorme interesse histórico. As suas origens remontam ao tempo dos fenícios, os quais criaram um importante porto comercial, mais tarde aproveitado pelos romanos e os árabes. Os seus muitos tesouros podem ser admirados no Núcleo Romano, no Núcleo Visigótico e no Núcleo Islâmico.
Ao chegarmos a Mértola, a vila museu, ficamos encantados pelo nosso passado árabe. A Igreja Matriz, de estilo árabe, é o monumento mais interessante devido à sua arquitectura invulgar, pois trata-se de uma antiga mesquita! 
Esta vila encantadora, de casario branco, é como um museu vivo, com os vestígios de diferentes períodos exibidos em áreas distintas. 
A importância do domínio árabe está visível no recente Museu Islâmico, o maior da Europa a exibir exclusivamente peças de arte islâmica.
“Portugal” muçulmano entre Santarém e o Sul do território (séculos XII-XIII). Para o caso do actual concelho de Cascais, note-se o topónimo Al-Qibdāq, ou seja, Alcabideche. 

Mapa: adaptado de A. H. de Oliveira Marques e João José Alves Dias, Atlas Histórico de Portugal e do Ultramar Português, Lisboa, Centro de Estudos Históricos, 2003, p. 60.