sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Mega Passeios de Carnaval 2016


Amanhã vamos conhecer o Deus alentejano Endovélico, um Deus anterior à chegada dos Romanos. Vamos passear por uma ribeira que invoca Lucifér, quando este ainda não tinha caido dos céus, a Ribeira de Lucefécit. Na Rocha da Mina encontramos o Altar milenar onde ainda hoje se invoca o Deus Endovélico.
Este ritual tem semelhanças com outros praticados, por exemplo, em S Pedro do Corval na Rocha dos Namorados.
Passamos por alguns moinhos, infelizmente abandonados, pela Igreja e Albergaria da Fonte Santa. Cruzamos a Ponte Medieval do Ouros por caminhos ancestrais de moleiros e acarretadores.
Se tivermos gente corajosa ainda vamos ao Poio Grande, outro Santuário. Se os Deuses nos deixarem atravessar a Ribeira vamos ao Moinho do Lucas ver um dos cantos mais bonitos do nosso Alentejo.

Texto da autoria do nosso compadre Luis Lobato de Faria, guia local da Associação Projeto Raia Alentejana.