sábado, 12 de novembro de 2016

A Torre da Má-Hora (Montemor-o-Novo)


Lenda da Torre da "Má-Hora" …

Nas muralhas do Castelo de Montemor-o-Novo que protegiam a antiga vila medieval, a Porta de Santiago ou do Sol (podendo corresponder à Porta de Évora) é flanqueada pela torre gótica, de planta rectangular rematada com ameias piramidais, em que o acesso ao terraço é feito por escada interior denominada por “Torre da Má Hora”
Segundo a lenda esta torre ganhou este nome devido a um episódio ocorrido na época da conquista deste imponente castelo aos Mouros pelas tropas de D. Sancho I.
“A Lenda da Torre da Má-Hora: quando os soldados do Rei D. Sancho I se preparavam para atacar Montemor, esconderam-se nas searas que rodeavam o então castelo muçulmano, sem que os mouros desconfiassem da sua presença. Nessa noite, as sentinelas esqueceram-se de uma porta do castelo entreaberta. Os cristãos apercebendo-se disso, entraram por essa porta e tomaram rapidamente o castelo que passou a ser português e cristão. A partir desta data os mouros passaram a chamar a essa porta e à Torre "Má-Hora", devido à má-hora em que se tinham esquecido da porta aberta.”
O Castelo de Montemor O Novo localiza-se numa posição dominante sobre o outeiro mais alto da região, e abrigava originalmente nos seus muros a povoação que, desenvolvendo-se, expandiu-se pela encosta a Norte, tendo sido um dos maiores Castelos de Portugal e que, certamente, foi um dos mais imponentes. Presentemente, encontra-se em estado de degradação especialmente na sua muralha a este, que se acentuou após o Terramoto de 1755, que o atingiu fortemente.
Afirma-se que neste castelo Vasco da Gama ultimou os planos para a sua viagem à Índia.
(38°38'32.39"N 8°12'50.75"W) Montemor-o-Novo – Évora - Alentejo – Portugal
Foto: ©Daniel Jorge https://www.facebook.com/fotos.djtc