sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Figos, o fruto perfeito





Figo é um pseudofruto múltiplo. Não é proveniente apenas do ovário da flor, e sim, de diversas partes de diversas flores.
É o mesmo caso da amora e do abacaxi.
No figo, os verdadeiros frutos são pequeninos aquênios, encontrados por dentro da parte suculenta. Embora essas estruturas encerrem de fato sementes, na realidade são frutos.
Dá-se o nome de fruta a qualquer fruto ou pseudofruto comestível em geral como sobremesa. Tomate, pepino e xuxu são frutos mas não os chamamos de frutas.

Conclusão: O figo é uma fruta mas não é um fruto, e sim, um pseudofruto múltiplo.

Infrutescência é o fruto derivado dos ovários de diversas flores de uma inflorescência. ex: Jaca

Sicônio: É o conjunto de flores sésseis encerradas em um receptáculo em forma de taça carnoso que se fecha sobre elas, deixando apenas uma abertura no ápice. (tipo de flor do figo)

Curiosamente, poucos se lembram de associar os figos à folha de figueira que cobriu as partes íntimas de Adão e Eva, assim como poucos se lembram de associar os figos a importantes benefícios para a saúde.
Depois de ter cedido à tentação da maçã, foi com folhas de figueira que Adão escondeu a sua vergonha, e pensando bem, Eva até poderia ter escolhido o figo como a fruta do pecado, pois ele é mais facilmente associado à luxúria, do que a maçã… Divagações à parte, a verdade é que o figo é um fruto que, além de ser delicioso, traz poderosos benefícios para a sua saúde.
É rico em fibras. Pode ser uma boa ajuda para quem quer perder peso, desde que comidos com moderação, claro! Não tenha receio, pois os figos não engordam tanto como se pensa. Cem gramas de figos frescos têm à volta de 65 calorias, porque contêm uma elevada percentagem de água. O seu alto teor de fibras ajuda a controlar o colestrol, a glicose e irá contribuir para um programa de gestão eficaz do peso.
Reduz a pressão sanguínea. Os especialistas alertam que quem consome muita comida embalada, com alto teor de sódio, tem mais tendência a desenvolver hipertensão. Os figos, por seu lado, são ricos em potássio, um mineral reconhecido por ajudar a baixar e controlar a pressão sanguínea.
Reforça a densidade óssea. Não só são ricos em cálcio, promovendo a densidade óssea, como reduzem a perda de cálcio através da urina, impedindo a sua fuga do organismo.
Melhora a saúde cardíaca. Uma das virtudes da folha de figueira é ser capaz de diminuir os níveis de triglicéridos (acumulação de gordura no tecido adiposo) no organismo, melhorando a saúde do seu coração e reduzindo o risco de vir a desenvolver doença cardiovascular.
Ajuda a controlar a diabetes. Algumas culturas usam as folhas de figueira como forma de controlar a diabetes e garantem que o seu consumo reduz a necessidade de injecções de insulina.

Texto copiado do site http://omeubemestar.com/