quarta-feira, 8 de março de 2017

As nossas Abelhas estão a morrer...


Temos de terminar de colocar pesticidas e venenos ( herbicidas , insecticidas e Fungicidas ) na agricultura.
Os vendedores e os políticos estão a provocar a morte de todos nós.
Em Portugal, aqui no Alentejo em particular, proprietários usam muita química mortal para o Homem nas culturas intensivas de Oliveiras.
Temos de acabar com isso... pois não podemos comer madeira de oliveira , azeitonas envenenadas , azeite que é puro veneno.
Atencion España :   hay que terminar con los químicos pues sim abejas no hay comida hay HAMBRE.
 Acuerda España. 
Cappas Insectozoo.
http://www.lavanguardia.com/natural/20170220/42161916074/abejas.html

Nota: O nosso compadre e amigo Cappas Insectozoo é um auto-didacta, especialista em comunidades de espécies de insectos sociais, tais como Formigas, Térmitas, Vespas e Abelhas.
É oriundo de uma importante família de proprietários alentejanos, que possui muitos hectares de terras na área compreendida entre as localidades de Viana do Alentejo, Alvito, Odivelas, Vila Ruiva, Cuba e Vila Alva, onde as técnicas tradicionais de agricultura são desde sempre preservadas e cedo se apaixonou pela vida animal e vegetal, criando o seu Insectozoo, um Museu privado em Vila Ruiva, onde os visitantes são convidados a conhecer o mundo fantástico dos insectos sociais.
Luta, de forma destemida, para que o uso de agro-químicos seja banido.
Para mais informações sobre o Insectozoo : http://www.cappas-insectozoo.com.pt

Estamos todos no mesmo barco...
Se envenenarem o nosso Alentejo, o que vai restar para os nossos netos ???...