terça-feira, 28 de março de 2017

Minha Terra é Lua-Cheia !...


MINHA TERRA É LUA-CHEIA...

Meu berço de luz e “fado”
Tem estatuto de aldeia!
Em sentido figurado
Minha terra, é Lua-cheia
I
Minha raiz de aloendro
Expande-se em terra raiana,
Junto do Rio Guadiana
É corrente à qual me prendo,
É fonte onde vou bebendo
Ali no meio do montado ,
É o mais lindo povoado
Cita, a “Mina do Bugalho”
Terra de amor e trabalho
MEU BERÇO DE LUZ E “FADO”
II
Tem o Alandroal a poente
E a sul terras de Espanha,
A leste fica Juromenha
E Elvas logo mais à frente.
Minha terra, luz fulgente
Em si, o amor campeia,
Por graça, chamo-lhe feia
Faltando assim à verdade,
Podia ser uma cidade,
TEM O ESTATUTO DE ALDEIA!
III
A minha terra é alvura
De azul e branco vestida,
É noiva comprometida
Faz jus à sua cultura,
É uma tela em pintura
De um Éden ajardinado,
É feitiço bem vincado
Da mais bonita mulher,
Será tudo o que eu quiser
EM SENTIDO FIGURADO
IV
Tem um Zoo em campo aberto
Que lhe dá mais colorido,
Lugar ao Sul, esquecido,
Longe de tudo e tão perto!
Nunca foi, nem é deserto
Porque, boa fama granjeia,
É meu canto de sereia,
É meu sol de Primavera,
É a noite que me espera,
MINHA TERRA, É LUA-CHEIA!
Tiago Neto