quinta-feira, 20 de julho de 2017

Memórias da Feira das Alcáçovas


Julho de 2017
Recuemos muitos e muitos anos!
Recuemos á minha adolescência!
E porquê ?
Porque estamos na semana da Feira Anual em Alcáçovas, hoje Feira do Chocalho!
Relembro o entusiasmo que antecedia a dita feira! Era altura de se ir á costureira para se mandar fazer um vestido para esse evento!
Por vezes não podia escolher o modelo, nem o comprimento da saia! De preferência abaixo do joelho porque a decência assim o exigia!
Depois era altura de ter também umas sandálias feitas á medida e com protetores á frente para durarem mais!
Adorava ir ao sapateiro! Colocava o pé em cima de um papel e ele com um lápis contornava!

Até sabia bem assistir a este profissionalismo!...
Nada ficava por esclarecer! Cabedal castanho e sola bem forte e com mais um acréscimo não fosse o pé crescer muito!
Infelizmente deu azar! ( Cresceu pouco! )
E o grande dia chegava:
Lá ia com a minha mãe, parentes e amigas!
Era a loucura total, o som da musica do carrocel, da propaganda de carrinhas de roupa e barracas agrupadas com tanta coisa que ficávamos fascinadas!
E começava a desilusão! As mães não deixavam andar as filhas sózinhas, pois havia os homens do circo todos com mau aspecto e sabia-se lá se nos roubavam ou, pior, se nos raptavam!...
Grande parte da noite era na propaganda dos cobertores onde por uns determinados escudos iam acrescentando peças! Um cobertor...mais outro até somarem 5 e mais uma colcha e porque não também uma toalha de mesa e lá para o final até haveria ( isto para manter ali as pessoas), uma surpresa, como por exemplo um rádio pequenino ou outra invenção!
E eu desesperava a pensar nas girafas do carrocel e nos rapazitos que por ali andavam! Mas enfim lá dava depois uma volta porque era caro!
Então aprendi um truque! Colocava-me mesmo junto á pista que rodava e tinha a sensação que estava andar lá!
Felizes dos que têm imaginação!
No Domingo íamos ao circo! Um encanto! ...

Tudo era fascínio! De noite sonhava com as magias vistas lá!
Por fim comprava-se o torrão doce do de amendoim pois o de amêndoa era mais caro e farturas que até nem tinham gordura.....
E era altura das compras dos tachos e das frigideiras de aluminio para substituir o que se tinha estragado!
Terminavamos com a cerimónia de tirarmos o retrato junto de uma floreira!
E depois de tanta novidade, ficávamos a sonhar com a feira do próximo ano..........
Mas voltando á realidade:

Esta semana é a feira do Chocalho que substituiu a chamada feira da conversa..........
Mas esta seria outra história....

Crónica da autoria da nossa comadre amiga Lucília Rasteiro.