quinta-feira, 20 de agosto de 2015

O Fabrico de Chocalhos

 
 
 




O fabrico de chocalhos é a designação dada pelos chocalheiros ao acto de fabricar o objecto designado como chocalho. O chocalho é um idiofone em chapa de ferro, com banho de latão ou bronze, que os pastores suspendem ao pescoço dos animais que pastoreiam. O seu fabrico, pelo chocalheiro, é feito a partir de uma chapa de ferro, moldada, a frio, na bigorna, com recurso a martelo.
Após ganhar forma de um copo, é-lhe colocado uma peça no interior para suspender o batente, designada por «céu», e aposta uma asa. Para ser soldado, é envolvido em barro com pequenas peças de latão ou bronze, e vai para o forno, durante cerca de uma hora, numa temperatura de 1200º.
Após a cozedura, o chocalho é retirado do forno e rebolado, para que seja garantida uma uniforme distribuição do latão líquido.
Depois de mergulhado em água para arrefecimento súbito, é liberto do barro. Depois de limpo, é feita a operação mais complexa: a afinação. Esta só pode ser executada pelos mestres chocalheiros.
A afinação, ou o «assonantar» do chocalho, é a integração identitária do som na paisagem sonora local e /ou regional.
Esta operação é feita na bigorna através de pancadas dadas com o martelo na boca do chocalho «até que o som se solte.».

Texto e fotos retirados do Site: http://paisagem-id.pt/