domingo, 10 de junho de 2018

Raça dos Tugas...


Hoje é Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas...
Mas afinal, que raça de povo é esta, que somos tão poucos e estamos espalhados abundantemente pelo Mundo ?

Pois é, na verdade não existe uma raça portuguesa...
O espaço geográfico onde está situado actualmente Portugal, foi sempre muito cobiçado por variados povos e que, ao longo de muitos séculos, se foram cruzando e hoje, um português médio terá a correr nas suas veias sangue oriundo de muitas origens: Celtas, Vikings, Judeus, Mouros, Romanos, Visigodos, Suevos, Fenícios, etc...

A somar a esta mistela racial, nos últimos 600 anos da nossa história fomos descobrindo novas paragens e destinos, explorando recursos e povos em quase todos os continentes e, como não podia deixar de ser, entretanto cruzámos os nossos genes com essas gentes, na Ásia, em África, na América do Sul e na Oceania, tornando-nos um povo multi-racial e multi-cultural.

Ainda por cima, depois da epopeia dos nossos descobrimentos, veio a época da emigração e lá nos fomos misturando com mais povos diferentes, desta vez dando preferência a povos europeus e norte-americanos.
E, nas últimas duas décadas, vieram também para Portugal outros emigrantes, trabalhadores ou refugiados, gentes dos quatro cantos do Mundo e alguns desses por cá ficaram e se adaptaram a nós, contribuindo também para esta relativamente bem-sucedida integração de povos, caso muito raro no contexto mundial.

Por isso, os Portugueses actuais podem ter muitos tons de pele, acreditar em religiões diferentes e falar línguas muito diversas.
Podemos ser brancos, castanhos, pretos ou amarelos, puros, mestiços ou mulatos, podemos falar Mirandum, Alentejano, Brasileiro, Venezuelano, Crioulo ou Franciú, podemos orar a diferentes deuses, podemos comer bacalhau, sardinhas ou pasteis de nata e temperar a nossa comida com canela, açafrão, caril, coentros ou gindungo, mas somos todos Portugueses, disso não há dúvida alguma...
É nessa forma de saber estar e conseguir partilhar o mundo que consiste a nossa principal riqueza: Nós, os Tugas, etnicamente e culturalmente somos um exemplo de povo verdadeiramente universal, capacitado para povoar qualquer parcela deste planeta. ( ou mesmo a galáxia mais próxima ).
E, tenho a certeza de que, onde houver um Português ou um Luso-descendente, estará decerto uma pequena parcela de Portugal...

Hoje é o nosso dia !...
Vivam os Tugas !...

Importante: A versão da bandeira nacional que publicamos foi retirada da Net. Desconhecendo o seu autor, agradecemos que nos contacte caso não deseje ver o seu trabalho copiado ou queira ver a sua autoria atribuída...