segunda-feira, 8 de julho de 2013

Baldroegas


As beldroegas são uma planta infestante, desprezada por muitos, mas que é também saborosa, saudável e que nada custa. Encontrada com facilidade em quintais e campos de cultivo, de Norte a Sul.
"Daninha" de grande sabor e grande qualidade nutricional e medicinal. Cresce em terrenos baldios, e em solos agrícolas, onde é combatida, quando na verdade trata-se de uma planta que deveria ser muito bem recebida.
- Nomes científicos: Portulaca oleracea L.
- Nomes populares: Beldroega, caaponga, porcelana, bredo-do-porco, verdolaga, beldroega-pequena, beldroega-vermelha, beldroega-da-horta, salada-de-negro.
- Família: Portulacaceae
- Região de origem: Norte da África, provavelmente.
- Erva pequena, de ciclo anual e que cresce rente ao chão. Suculenta (folhas e ramos). Possui flores pequenas, amarelas, e frutos em cápsulas pretas ainda menores, difíceis de ver, com sementes pretas e brilhantes. Possui variações, principalmente no cultivo para ornamentação, com flores maiores e de várias cores.
Mais um exemplo de planta detestada pelos agricultores modernos, que preferem optar por trabalho duro ao invés de apenas viver com simplicidade. As beldroegas são comestíveis, podem ser comidas inteiras e cruas, sendo que os talos e folhas são óptimos em saladas. E ainda existem algumas receitas de refogados ou sopas com esta planta (Sopa de Baldroegas com queijo é a minha favorita).
Nutritivamente, esta planta é muito rica em potássio e omega-3, hoje em dia tão comentado, importante no fortalecimento do sistema imune e circulatório. Isso além de outros nutrientes e moléculas próprias que atuam de modo bastante sinérgico com nosso organismo.
Medicinalmente, pode-se dizer, em poucas palavras: antibacteriana, anti-inflamatória, vermífuga, diurética, emoliente, entre outras características. Traduzindo: combate infecções bacterianas, inflamações, vermes, e ajuda na digestão e no funcionamento dos rins. Basta incluir na dieta para já se aproveitar pelo menos em parte estes efeitos. Outra ideia simples é o uso das folhas em infusão, seja como tónico e depurativo do sangue (uso interno) ou como cicatrizante (uso externo).