quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Romãs, a fruta da fartura.



(A romã é oriunda da Ásia e símbolo da fertilidade humana e da Terra. É um excelente antibiótico natural, benéfica na prevenção das doenças do aparelho circulatório e eficaz na meia idade , para problemas da próstata e alterações hormonais femininas.)
Eu, no mercado, às compras:
_"Bom dia, Sr. Jaime. Hoje estou cheia de pressa e só preciso de fruta!"
_"Olhe, tenho aqui estas tangerinas mesmo boas...eram a dois e meio, mas faço-lhe a dois e vinte!"

Da mala tiro um dos sacos de plástico (que tenho o hábito de levar comigo quando vou "enfeirar" ) e entrego-lho. Enquanto o Sr. Jaime o vai enchendo de tangerinas, inspecciono as outras caixas na bancada da fruta para escolher outra variedade. Ponho os olhos numa caixa cheia de romãs sob a bancada. Estão coradas e risonhas, mostrando os seus baguinhos grená.
_"A como são as romãs?"
_" As romãs??!!...Essas não, são p'rás ovelhas... Atiro-as lá p'ra elas... Tá a ver, como estão abertas já ninguém as quer!..."
_" Eu cá gosto delas. Quanto é que custam?"
_"Não!... Se quiser leve-as. Eu dou-lhas!"
Insisto com o Sr. Jaime para ele me fazer um preço, mas ele teima em dá-las.
Descurando o apetite das ovelhas, baixo-me para as colocar num saco, que só não encho até acima para não abusar da vontade do vendedor.
Enquanto isto, é por esta e por outras que vou pensando, se a crise no nosso país é mesmo tão séria como apregoam por todo o lado...


Copiado, com a devida vénia, do blog http://zanadias.blogspot.pt/