terça-feira, 23 de agosto de 2016

Beja, uma beleza suspensa no tempo...











Beja: uma beleza suspensa no tempo!

Imagine vastas searas de trigo douradas pelo sol e olivais onde pode passear ao longo de quilómetros rodeado da mais pura beleza natural. Contemple falésias dramáticas na ponta ocidental da Europa, onde praias imaculadas são banhadas pelo Atlântico. Agora, trace cidades e vilas que espelham a longa ocupação árabe, com as suas ruelas estreitas, pitorescas casas caiadas e azulejos decorativos. Ao cair da noite, uma calmaria suspira pelas planícies de Beja e convida-o a descansar, já que o dia seguinte espera por si em todo o esplendor. O distrito de Beja, na região do Alentejo, é tudo isto e muito mais: e aguarda a sua visita!

Uma costa dourada abençoada pelo sol

Influenciado pelos climas mediterrânico e do Norte de África, o distrito de Beja é geralmente quente e seco, e oferece o clima perfeito para aqueles que anseiam umas férias relaxantes na praia. Os viajantes mais jovens chegam de todo o país com as suas pranchas de surf, prontos para mergulhar nas fantásticas ondas do oceano. Os bares de praia oferecem música chill-out, definindo o ambiente para aqueles que gostam de descansar e tomar uma bebida enquanto contemplam o pôr-do-sol. Durante os meses de Verão realizam-se festivais de música que atraem multidões de todas as faixas etárias e de toda a Europa.

A encantadora história da cidade de Beja

A capital de distrito detém o mesmo nome – Beja. Remontando ao tempo dos Romanos, o imperador Júlio César erigiu a cidade a capital regional, sendo as ruínas de Pisões um testemunho da riqueza deste império. Aquando da invasão dos Mouros no século VIII, foram construídas ruas calcetadas e a magnífica arquitectura que permaneceu até aos dias de hoje. O castelo de Beja mantém-se intacto desde a era românica e mantém viva a memória das lutas nacionais para conquistar esta zona do país.

Passeie pelas ruas de Beja e admire as casas caiadas com molduras coloridas em volta das janelas e visite os muitos museus que exibem relíquias dos vários colonizadores da região.

Castelo de Beja
Este castelo apresenta características de uma fortificação portuguesa, embora as suas origens remontem à era romana. Foi modificado e ampliado ao longo dos séculos e utilizado pelos Árabes essencialmente como posto defensivo contra os Portugueses que acabariam por reconquistar Beja no século XIII. A torre de menagem – um dos elementos mais notórios do castelo – foi mandada erguer pelo Rei D. Dinis em 1310 e é considerada um dos mais importantes exemplos da arquitectura medieval do país.

Fonte: http://www.portugal-live.net/