quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Passeio á descoberta das Ermidas de Borba










Ermida de S. Miguel
Situada a cerca de 1 Km ao norte de Borba, na Herdade do Mosteiro, desconhece-se a sua origem histórica, mas o edifício antigo que remonta aos alvores do Séc. XVI.
O alpendre, de branca alvenaria e de estilo rústico alentejano, é composto por sete arcos redondos. A fachada é rematada por frontão triangular, encimado axialmente por campanário, despido de sino.

Ermida de S. Cláudio
Assente numa elevação de terreno com o seu nome, dista cerca de 2,5 Km para norte da sede do concelho. A construção, bastante degradada, parece datar dos meados do Séc. XVII, mas ignoram-se por completo as suas origens históricas.
Edifício circular de alvenaria rebocada, com alpendre (em ruínas) de um só arco redondo. Anexo ao alpendre, vêem-se as ruínas de um pitoresco púlpito exterior, de caixa cilíndrica assente em coluna de anéis escaiolados.
Interiormente, salienta-se o discreto Altar-Mor em alvenaria, encimado pelo nicho do padroeiro ainda com pinturas, mas desprovido da imagem de S. Cláudio.
Destacam-se, ainda, os restos das pinturas murais e as que revestem a cúpula, estas últimas ainda em estado razoável.


 Ermida de S. Pedro
Implantada no sítio do Viçoso, a menos de 2 Km para noroeste de Borba, próximo da nascente da ribeira de Alcaraviça, a Ermida de S. Pedro foi fundada em 1570, encontrando-se actualmente em estado de ruína.
Construção em alvenaria de certa magnificência e riqueza arquitectónica, tem a frontaria antecedida por nartex de sete arcadas redondas com arcos em tijolo.
O edifício de planta rectangular de boas proporções, com tecto em abóbada de berço em alvenaria ameaçando desmoronamento, perdeu em absoluto o seu recheio e ornamentação, vendo-se todavia as três arcadas cegas interiores destinadas aos altares devocionais.
A Capela-Mor, quadrada, é um curioso exemplar de arquitectura da baixa Renascença, com abóbada de nervuras emoldurada por aranhiço octogonal de aresta viva, decorada a fresco, infelizmente em adiantado estado de degradação.
Embora em ruínas e devassada, a Ermida de S. Pedro é uma relíquia de arquitectura religiosa quinhentista digna de conservação.

 Ermida de S. Lourenço
Esta ermida situa-se a cerca de 2 Km a norte de Borba. Desconhece-se a data exacta da sua fundação, embora se admita que a mesma remonte ao Séc. XVII. Igualmente se desconhecem os motivos porque, recentemente, se mudou o seu orago para Senhor Jesus dos Convertidos.
Recebeu profundas melhorias em 1758 e em 1965. Após anos de abandono, foram-lhe introduzidas as actuais reformas interiores, como a pavimentação e o revestimento total a tinta de água.
Na face norte, a silhueta é protegida pela residência do ermitão.


Fotos gentilmente cedidas pela comadre Sara Jaques