sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Reconhecimento da Arte Chocalheira de Alcáçovas

























Foto: João Chibeles Penetra, Mestre Chocalheiro, 88 anos.

Filho e neto de chocalheiros, Mestre João Chibeles Penetra, afirma com convicção que estava na barriga da sua mãe, já trabalhava nos chocalhos, mas será desde 1946 que começa a dedicar-se a coleccionar chocalhos. Nas mais de 3000 peças que estão expostas, no seu museu em Alcáçovas existem exemplares de chocalhos, de várias nacionalidades, de todos os tipos, modelos e tamanhos que ao longo da vida o Mestre João foi adquirindo, uns por compra e outros por doação. Nesta colecção essencialmente de tipologia etnográfica, para além dos chocalhos expostos, pode-se observar também várias ferramentas e objectos que eram utilizados na construção de chocalhos.

O contacto com as gentes e os artesões dá-nos a conhecer peculiaridades etnográficas e produtos artesanais que são o resultado de actividades que aliam o homem ao meio. O fascínio pelo que é único e peculiar, envolvendo criadores e cenários de produção, faz reviver as ambiências culturais deste Alentejo. Experiências de vida, transmitida de geração em geração, que as gentes alentejanas nos legaram e que temos o dever cívico de preservar e valorizar, para que com os ensinamentos do passado se possa perspectivar, quem sabe, um futuro sustentado.

No passado dia 31 de Outubro os Chocalhos de Alcáçovas venceram a categoria “Mais Tradição” dos Prémios Mais Alentejo 2014. A entrega dos prémios decorreu no Teatro Pax Júlia, em Beja, na qual estiveram presentes o presidente do município de Viana do Alentejo, Bernardino Bengalinha Pinto e a presidente da Junta de Freguesia de Alcáçovas, Sara Pajote. Após a atribuição do prémio, os autarcas agradeceram a todos os que de alguma forma para ele contribuíram, desde logo, os Mestres Chocalheiros de Alcáçovas que ao longo dos tempos têm mantido a tradição. Agradeceram ainda à revista Mais Alentejo a nomeação na sua 13ª edição bem como a todos aqueles que votaram e que divulgaram a votação.  

A Câmara Municipal de Viana do Alentejo e a Junta de Freguesia de Alcáçovas, entre outras entidades e personalidades, têm sido impulsionadores para a salvaguarda desta arte, nomeadamente através da Candidatura a Património Cultural e Imaterial da Humanidade (UNESCO), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Alentejo, tendo como coordenador da candidatura o Dr. Paulo Lima. Entre outros objetivos pretende-se salvaguardar e valorizar a Arte Chocalheira e os Chocalheiros, assim como desenvolver e preservar a identidade e o desenvolvimento local e regional.