domingo, 15 de janeiro de 2017

Cante, a expressão vocal do Alentejo
















Encontro de Grupos Corais em Montes Velhos (Aljustrel). -  2016

Localizada numa vasta e fértil planície das imediações da margem direita da ribeira do Roxo, a Freguesia de São João de Negrilhos é delimitada a Norte pelas Freguesias de Canhestros e de Ferreira do Alentejo (ambas do concelho de Ferreira do Alentejo), a Este pela Freguesia de Aljustrel, a Sul pela Freguesia de Rio de Moinhos e a Oeste pelas Freguesias de Alvalade e de Ermidas Sado (ambas do concelho de Santiago do Cacém).
Pouco se sabe sobre as origens da formação da Freguesia, nem tão pouco sobre o seu primitivo povoamento. No entanto, os vestígios arqueológicos, descobertos na necrópole romana do Monte do Farrobo, testemunham que o seu território foi ocupado pelos romanos entre o séc. I e o séc. IV dc. A origem toponímica de “Montes Velhos” ficou a dever-se á lenda de uma moura, que morava num monte velho e que inadvertidamente indicou aos cavaleiros da Ordem de Santiago o caminho para o castelo de Aljustrel, antes da sua conquista aos mouros, ocorrida em 1234. O território que actualmente constitui a Freguesia de São João de Negrilhos, desde essa época ficou integrado no termo de Aljustrel. Somente, durante o período em que o Município de Aljustrel esteve extinto, entre 21/11/1895 e 13/01/1898, a Freguesia de São João de Negrilhos pertenceu ao Concelho de Ferreira do Alentejo.

Fotos da autoria da nossa comadre e amiga Ana Dores.