terça-feira, 13 de março de 2018

Pias (Serpa)












Hoje vamos até ao distrito de Beja, ao concelho de Serpa para visitarmos a Vila de Pias.
A vila de Pias já pertenceu ao concelho de Moura entre os anos de 1864 e 1890.
Passou definitivamente para o actual concelho de Serpa em 1898.
A origem do nome da vila de Pias, deve-se ao facto de antigamente ter havido nesta zona a produção de manufacturas em granito que eram extraídas das saliências rochosas e que eram utilizadas para dar de beber e comer aos animais.
Também era atribuído o nome de "Pias" aos buracos que ficavam nas rochas após se extraírem as mós para os moinhos, ás pias e ás soleiras que ficavam cheias de água no Inverno, assim como à existência de mulheres "pias"(piedosas ou devotas) nesta região.
Na linha ondulante da paisagem, aparecem as pequenas casas da vila de Pias, apenas interrompidas pela alta Torre do Relógio. A verdadeira descoberta nesta simpática vila de casas brancas, é quem lá vive. Dá gosto ouvir o Cante Alentejano, feito de vozes masculinas e cantado pausadamente ao ritmo dos pés a bater na terra. O seu artesanato está representado pelos trabalhos feitos em ferro forjado e em madeira. Nesta terra de pão, azeite e vinho, a gastronomia é feita de produtos simples, como a sopa de poejos, os cogumelos do campo ou o cozido de couves. Mas os pratos de caça são aqui uma especialidade.
E como diz o proverbio popular: Lá vai Serpa, lá vai Moura e as Pias ficam no meio...
Um lugar a ter em conta para visitar.

Texto da autoria do nosso compadre José Pessoa.
Fotos retiradas da internet e trabalhadas pelo nosso compadre José Pessoa.