sexta-feira, 31 de julho de 2015

Tiradores de Cortiça































Entre os fins de Maio e o mês de Agosto cá para as bandas do Alentejo é realizada uma actividade que se repete anualmente e que de nove em nove anos leva os tiradores de cortiça a visitar o mesmo sobreiro.
É por esta altura que o montado ganha uma nova vida com a extracção de cortiça e como se diz por cá "tirar cortiça". O homem e a machada, apenas eles os dois fazem um trabalho ancestral e que as novas tecnologias ainda não conseguiram substituir.
Tirar cortiça é um trabalho de equipa, o qual nós no Alentejo, designamos de "rancho" e os tiradores trabalham geralmente aos pares, a qual se designa de "parelhas", que se organizam à volta de um tronco de uma sobreira e enquanto um trabalha junto ao tronco, o outro trabalho na parte superior, embora os cortes sejam feito no sentido um do outro. Mas para além dos tiradores, nesta actividade existem também as "ajuntadeiras", os "molheiros" e os "empilhadores", que estão sempre na pilha final.
A machada foi um instrumento aperfeiçoado para esta actividade, em que a lâmina possui dois gaviões e o cabo na extremidade é em forma de cunha para auxiliar a retirar a cortiça das sobreiras após o corte.
Sem dúvida que é um trabalho muito duro, se tivermos em conta o calor, a subida às sobreiras, o perigo das quedas, dos cortes e também o perigo daquelas "formiguinhas" de rabo vermelho que não são nada meigas.