quinta-feira, 18 de abril de 2013

Ó rama, ó que linda rama...


Ó rama, ó que linda rama

Refrão:
Ó rama, ó que linda rama,
Ó rama da oliveira,
O meu par é o mais lindo,
que anda aqui na roda inteira!

Que anda aqui na roda inteira,
aqui, e em qualquer lugar!
Ó rama, ó que linda rama,
Ó rama do olival!

Eu gosto muito de ouvir
cantar a quem aprendeu.
Se houvera quem ensinara,
quem aprendia era eu!

Não me invejo de quem tem
carros, parelhas e montes,
só me invejo de quem bebe
a água em todas as fontes!


Retirado do site do meu compadre José Rabaça Gaspar:  http://www.joraga.net/gruposcorais/

CANCIONEIRO DE SERPA
De Maria Rita Ortigão Pinto Cortez
Edição da Município de Serpa, 1944