terça-feira, 15 de outubro de 2013

Horta Vale Bexiga

 Lucia-Lima

 A Plantação

 Perpétua- Roxa

 Estufa

 Colhendo Perpétuas-Roxas

 Estufa

 A caminho do novo lar

 Adeus amiguinha...

A Horta Vale Bexiga é uma plantação biológica de ervas aromáticas que podemos visitar nas proximidades de Alcáçovas. Gostei muito de lá passar uma bela tardada na companhia do compadre António e da comadre Gabriela, um casal de novos rurais, ele empresário e ela professora, que investiram nesta produção familiar e que pretendem fixar-se no Alentejo, dando vida a um projeto inovador e ecológico.
Ora um dos meus projetos pessoais é salvar Salamandras dos Poços que vou encontrando subnutridas em fossas contaminadas por óleos no meu local de trabalho, perto de Beja. Alimento-as com minhocas durante a quarentena e, quando estão prontas para serem devolvidas á Natureza, encontro sempre um feliz proprietário de poços ou cisternas que aceita que os bichinhos façam deles um lar. Elas encarregam-se de limpar os poços, pois passam a alimentar-se de larvas e insectos que lá caiam.
E foi assim que conheci a Horta Vale Bexiga. Fui lá entregar um par de Salamandras dos Poços e fiquei fã desta plantação de Lucia-Lima, Perpétua Roxa e muitas outras plantas aromáticas.

Chá Lúcia Lima, ou Doce Lima, eis um chá muito bom como calmante e para quem tem muita ansiedade.A lucia-lima é uma planta com propriedades naturais, sedativas, antiespasmódicas, digestivas e carminativas. O Chá de lúcia lima estimula a digestão e melhora o sono das pessoas que o ingerem.
A lúcia-lima é originária da América do Sul, designada botanicamente como Aloysia triphylla, surge espontânea na Argentina, Chile e Perú. Introduzida na Europa no séc. XVIII, o seu nome foi atribuído em honra a Maria Louisa, princesa de Parma, a lúcia lima é pouco tolerante ao frio, não deixa de ser uma excelente alternativa no jardim, pelo fino recortado das suas folhas e pelo forte e doce aroma a limão que liberta na natureza, é uma das plantas mais conhecidas da naturopatia portuguesa, pois os  portugueses tem muito o hábito de beber chá de lúcia-lima, a lúcia-lima (aloysia triphylla) é muitas vezes confundida com a verbena (verbena officinalis) que pertence à mesma família. O efeito anti-inflamatório e antiespasmódico nas dismenorreias da lúcia-lima é equivalente a fármacos como a indometacina. Outras propriedades da lúcia lima; relaxa o sistema nervoso central, melhora o sono e reduz as enxaquecas e também reduz a pressão arterial.
Preparação e Utilização:
Infusão com cerca de 30gr de folhas de lúcia-lima por cada litro de água (chá de lúcia-lima).
Em suma, é um dos meus chás preferidos e da qual eu recomendo vivamente.
Foto de João Mendes.

Horta Vale Bexiga no Facebook: https://www.facebook.com/HortaValeBexiga?fref=ts